sexta-feira, 9 de abril de 2010

POUCO ESTUDADO...













ESTE MÊS, O LIVRO DOS ESPÍRITOS COMPLETA 153 ANOS...
MUITA GENTE ACHA QUE A OBRA BÁSICA DA
CODIFICAÇÃO ESTÁ DESATUALIZADA


KIKO MUNIZ - PB
Correspondente da ANESPB

E você, o que acha? A obra precisa de novos enxertos filosóficos e doutrinários para os espíritas da nova geração entendê-la?

Como aprendiz sistemático do pensamento karquiano, continuo lendo e estudando O LIVRO DOS ESPÍRITOS, traduzido do original, sem as mudanças que muitos intelectuais espíritas - aqueles que se meteram a atualizá-lo, inseriram em seu contexto filosófico.

Este mês, a obra merece palestras, discursos e aplausos dos espíritas que não preferiram se guiar por "obras complementares" cheias de equívocos informativos e doutrinários.

2 comentários:

Fabiano Vidal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabiano Vidal disse...

Os únicos "enxertos" que O Livro dos Espíritos precisa são as novas descobertas confirmadas pela Ciência, conforme bem explicou Kardec. Comunicações de um único espírito, que não passaram pelo CUEE - Controle Universal do Ensino dos Espíritos, conforme ensina Kardec na introdução de O Evangelho Segundo o Espiritismo, devem ser consideradas opiniões pessoais desse espírito, e não uma verdade absoluta. Portanto, muito cuidado ao aceitar qualquer comunicação de qualquer espírito sem analisá-la pelo crivo da razão e do CUEE.